3 de ago de 2013

Conselhor Federal- Cofeci - regulamenta propaganda para Corretores e Imobiliárias.

 
Através da resolução nº 1.065/2007 (publicada no Diário Oficial da União em 24 de outubro do mesmo ano), o Conselho Federal de Corretores de Imóveis (COFECI), estabeleceu novas regras para utilização de nome abreviado, por pessoas físicas, e de fantasia, por empresários e pessoas jurídicas, além do tamanho mínimo de impressão de inscrição do CRECI em divulgação publicitárias (documental, mídia impressa e falada).

A utilização do nome, por extenso ou abreviado, pela pessoa física regularmente inscrita no CRECI deverá ser seguida, obrigatoriamente, da expressão “Corretor de Imóveis”. Após a qualificação, a sigla CRECI e o número de inscrição. Entretanto, o profissional poderá acrescentar outro adjetivo que melhor o qualifique, como por exemplo, “Gestor Imobiliário” ou “Consultor Imobiliário”. A expressão obrigatória deverá obedecer ao tamanho mínimo de 25% do nome por extenso ou abreviado.
Esta resolução padroniza as propagandas em âmbito nacional e veda o uso público de nome fantasia pela pessoa física, exceto aqueles Corretores de Imóveis que obtiverem o CRECI Jurídico.

Publicidade não deve confundir o consumidor

Nos casos de publicidade envolvendo pessoa jurídica, o nome fantasia deve estar precedido da sigla CRECI, mais o número de inscrição seguido da letra “J”. O tamanho mínimo do nome, da razão social ou do nome fantasia a ser utilizado pela pessoa jurídica deverá obedecer ao mesmo critério usado para pessoa física, ou seja, 25%.
O registro prévio junto ao conselho do nome a ser mencionado nas propagandas é condição essencial para a sua utilização e não poderá ser igual ou semelhante a outro já registrado. Estes procedimentos evitam que o consumidor seja confundido.
Em qualquer dos casos, a sigla CRECI e o número de inscrição deverão ter o tamanho mínimo de 25% da maior expressão da publicidade.

Fonte: Cofeci

2 de ago de 2013


Saiu edital com 183 vagas! Níveis médio e superior




O Presidente da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia - HEMOBRÁS, no uso de suas atribuições e considerando a autorização contida na Portaria/MPOG n.º 1, de 11 de janeiro de 2006,
publicada no Diário Oficial da União em 12 de janeiro de 2006, alterada pela Portaria/MPOG n.º 15, de 27 de setembro de 2007, publicada no Diário Oficial da União em 28 de setembro de 2007 e o disposto na
Lei n° 10.972, de 2 de dezembro de 2004, torna pública a abertura das inscrições e estabelece normas relativas à realização de concurso público destinado à seleção de candidatos ao provimento de 45 (quarenta e
cinco) vagas para o cargo de Analista de Gestão Corporativa, 58 (cinquenta e oito) vagas para o cargo de Especialista em Produção de Hemoderivados e Biotecnologia, 38 (trinta e oito) vagas para o cargo de Assistente
Administrativo e 42 (quarenta e duas) vagas para o cargo de Técnico em Produção de Hemoderivados e Biotecnologia do quadro próprio de pessoal da HEMOBRÁS.
As vagas estão lotadas em Brasília e na região metropolitana do Recife/PE. Os vencimentos variam de R$1.575,72 a R$4.854,44, mais diversos benefícios. As taxas, por sua vez, são de R$60 (médio/técnico) e R$80 (superior). 
As inscrições estarão abertas a partir das 10h do dia 12 de agosto, com atendimento aos interessados até as 14h de 13 de setembro, na página da FCC na internet. As provas objetivas estão marcadas para 20 de outubro, turno da manhã, e serão aplicadas em Brasília/DF, Recife/PE, Fortaleza/CE, João Pessoa/PB e São Paulo/SP.


Serviço
Assista ao Vivo TV no PC - Saia da Rotina!!
Canais Adultos 24 Horas em HD
Assista ao vivo os jogos do Brasileirão

Assista ao Vivo TV em seu Computador 
Sem Qualquer Interrupções e Pagamento de Mensalidades...
Você já imaginou assistir TV No PC Ao Vivo direto do seu Computador / Notebook?
E O Melhor em qualquer parte do mundo com apenas a Internet?
E ainda não pagar Assinatura Mensal?
O Futuro Chegou e quero apresentar para você, que é possível.
A Nova Tecnologia da TV Digital via Satélite chegou para proporcionar a você assistir
ao vivo em seu computador 
mais de 10.000 canais de Tv transmitidos de mais de 100
países diferentes, sem nenhum custo mensal, taxas de assinatura ou qualquer outro pagamento...
Esportes - Jornalismo - Entretenimento - Conteúdo Adulto
Séries de TV - Documentários - Filmes - Rádios
Acesse O Site E Comprove:


1 de ago de 2013


Por que o cliente precisa do Corretor de Imóveis?



A capacidade de ouvir demonstrada pelo Corretor logo no início do atendimento será determinante para essa conquista. Para isso, o profissional deve abrir sempre com uma pergunta que conduza o Cliente a falar de si e do seu sonho.

Por que o cliente precisa do Corretor de Imóveis?

Faço essa pergunta em muitas de nossas palestras realizadas dentro do Saber é Vender, projeto que entra no seu quarto ano e que já atingiu cerca de 8.000 profissionais. As respostas são, muitas vezes, óbvias e demonstram a dificuldade que temos em identificar por que, de fato, um cliente precisa de um Corretor de Imóveis.

A maioria acredita que a sua contribuição essencial está em informar o Cliente sobre o imóvel à venda, com destaque para características, vantagens, condições de financiamento etc. Estes que pensam dessa forma se esquecem que a Internet oferece estas e muitas outras informações. Na maioria das vezes, Clientes sabem mais do que o Corretor sobre um determinado imóvel. Conhecem, também, outras opções dentro da mesma região, ou  mesmo em áreas distintas da cidade, e acabam informando o Corretor sobre essas alternativas.

Alguns respondem dizendo que os Clientes precisam deles porque sem o Corretor o Cliente não pode comprar. Estão focados nos procedimentos da aquisição, aspectos burocráticos da compra. Se assim fosse, poderiam ser substituídos por pessoas operacionais, apenas com a preocupação de encaminhar os trâmites da venda.

Outros acreditam que o Cliente busca no Corretor um apoio para a decisão de compra. 
Querem um conselheiro, alguém que oriente na difícil tarefa de decidir. Bom, aqui estamos mais próximos da resposta ideal. Para funcionar como um conselheiro é necessário antes haver a confiança do Cliente no Corretor. Isso exige uma interação muito além do imóvel. Não será falando do imóvel apenas, que o Corretor irá construir a ponte da confiança. É necessário penetrar na alma do Cliente, conhecer seu sonho de felicidade, identificar desejos específicos, descobrir quais outras pessoas fazem parte desse universo.

A capacidade de ouvir demonstrada pelo Corretor logo no início do atendimento será determinante para essa conquista. Para isso, o profissional deve abrir sempre com uma pergunta que conduza o Cliente a falar de si e do seu sonho.
Aqui vai uma lista de perguntas sugestivas para sua avaliação. Inspire-se nelas e construa seu próprio roteiro.

Quem são as pessoas que vão viver no imóvel? Explorar aqui o perfil dessas pessoas, atividade profissional, hobbies, hábitos associados a lazer, esportes etc.

Qual o imóvel do seu sonho? Estimular o Cliente a descrever todas as condições relacionadas à localização, espaços, tipo de decoração etc.

O que você gostaria de mudar no seu imóvel atual? Certas pessoas não sabem bem dizer o que querem em relação a um imóvel, mas saberão avaliar aquilo que não gostam na casa onde vivem hoje.

O que você (Cliente) já viu por aí e que mais gostou? Importante saber as referências que o Cliente tem até o momento. Se ele já visitou muitos stands de vendas está mais próximo de uma decisão de compra.

Você só ouviu até agora. Essa conversa serviu para formar um quadro desse Cliente e vai possibilitar que sua apresentação do imóvel esteja mais afinada com o perfil e necessidades do Cliente. Ao mesmo tempo, você já está mais próximo do Cliente, conhece aspectos da vida pessoal, compreendeu seus sonhos e pode interagir com ele em um outro nível.

Autor: Ricardo J. Botelho